Mudança de Hábitos

Existe uma maneira de evitar a procrastinação, que serve até pra mudar outros hábitos. Basta que a gente entenda como os hábitos funcionam.

De uma forma geral, se dividem em 3 partes (há quem diga que existe uma quarta – a crença na mudança do hábito):

1- gatilho (um evento que chama o hábito);
2- ação (o hábito propriamente dito);
3- recompensa (satisfação pela ação);

Como exemplo, eu costumava tomar um café depois de almoçar com o pessoal do trabalho. Mas além de começar a ficar caro, porque andávamos pela vizinhança do escritório experimentando cafés em lugares diferentes, às vezes com bolos e outros acompanhamentos, perdíamos o tempo livre do almoço. Além do mais, tínhamos uma cafeteira industrial no escritório!

O gatilho era o término do almoço. O hábito era sair do restaurante pra beber café e conversar. A recompensa era a sensação de relaxamento.

Uma vez identificado o gatilho, bastou substituir a ação por outra mais produtiva. Ir pro escritório ler algum livro, ou assistir a um curso online, por exemplo. A recompensa passou a ser a sensação de economizar um pouco mais, de não consumir calorias à toa e satisfação pela leitura de um livro ou vídeo assistido.

Então, se você quiser trocar um hábito ruim por um produtivo, estipule sua recompensa como uma conferida num fórum ou um cafezinho, depois de 25 minutos de um pomodoro!

Relaxe um pouquinho (5 a 10 minutos) e depois volte ao trabalho com afinco. Só por 25 minutos! E passa tão rápido que dá uma sensação muito boa de dever cumprido.

Quem quiser saber mais sobre hábitos, recomendo o livro “O Poder do Hábito”, de Charles Duhigg.

Deixe sua opinião