O ipod nano listrado

Aconteceu.

Um dia, a patroa ligou seu fiel ipod nano, e ele estava com o display completamente listrado.

iPod listrado

Desliguei, liguei, nada.

A tela nova custou 15 doletas pelo ebay, mais US$8,60 de envio.

Eu já tinha visto e seguido esses tutoriais “magaviosos” de internebs. Os caras fazem tudo de um jeito tão incrível, que parece que dá tudo sempre certo e de primeira! Na vida real não é assim.

Pra começar, li em comentários de vídeos que a cola residual da tela normalmente não resiste à abertura. Ou seja, uma vez aberta, precisa de outro adesivo.

E alguns parafusos de aparelhos pequenos também exigem ferramentas muito pequenas. Bem menores que aquela chave de fenda que tem aí, solta na gaveta.

Então, nesse caso, pra trocar o display do ipod nano, precisamos de:

1- Display novo; 2- Adesivo novo; 3- Chave phillips minúscula; 4- Secador de cabelo.

Abaixo estão o display novo e o adesivo:

display e adesivo

Agora precisamos abrir o bicho, mas não tem nenhuma abertura. É pra isso que precisamos do secador de cabelo. O calor facilita a soltura da cola.

Secando o ipod

Curioso que nenhum lugar diz quanto tempo precisa. Então, eu simplesmente coloquei os dois numa toalha de forma que o ar quente pegasse sobre a tela entre 5 e 10 minutos.

Já tinha tentado outras vezes com menos, e não adiantava. Dessa vez, deixei o bicho lá, indo conferir de vez em quando, porque não pode ficar quente demais. E quanto é quente demais? Defini que se não conseguisse segurar estaria quente demais.

Soltando o display

Com o ipod ainda quente, e segurando com o plug do fone na minha direção, inseri uma ferramenta entre o vidro e o corpo do ipod, e pra minha surpresa, começou a soltar com alguma facilidade!

Repare na ferramenta verde. Veja como ela é sofisticada e dispensável. Pode colocar qualquer outra coisa que tenha uma ponta.

Dentro do ipod nano

Dentro do ipod nano vamos ver uma placa de proteção presa pelos dois parafusos assinalados. Tenha certeza de pressionar ao girar pra não espaná-los! Se sua ferramenta não encaixa de chuá, não force a barra! Arrume um kit de ferramentas razoável!

Conectores do display do ipod nano

Tirando essa placa, você vai ver alguns conectores. Os que prendem o display são os dois marcados. Basta puxar pra cima. Essa parte é moleza! Lembrando que o display só está preso por eles.

Ipod nano e display

Aí está o bicho desmontado. Agora é pegar a tela nova e fazer o inverso. Os dois conectores fazem “CLIQUE” quando estão presos. Se não fizerem “CLIQUE”, não prenderam direito. Uma pressãozinha ajuda.

ipod nano e o adesivo

Coisa linda com a nova telinha! Mas agora, vem a parte mais delicada de todo o processo. Coisa que os tutoriais mágicos pulam: prender o adesivo novo.

Notem que o adesivo já vem recortado. Então, a melhor maneira de encaixar isso sem (muito) sofrimento, é tirar o papel de proteção, alinhar o adesivo nas partes certas e colar tudo quase de uma vez.

A parte do adesivo que fica à esquerda do corpo do ipod é muito fina! Cuidado! Eu abri e fechei a tela algumas vezes sem o adesivo antes de ficar 100% seguro de que ia funcionar.

Houve angústia e drama, mas segui determinado.

Essa foto acima é bacana porque dá pra ver a ferramenta sensacional que usei. Essa marca, “Jackly”, deve ser a que ficou mundialmente famosa pelo filme “127 horas”, com o James Franco. Quem viu sabe do que estou falando.

Com a tela montada e no lugar, só faltou deixar uns livros pressionando o novo display pra que a tela ficasse hermeticamente fechada. O espaço de uma unha seria inaceitável, porque queria que ficasse com acabamento supimpa.

Liguei e…

ipod nano funcionando

Repare na aba plástica acima e à esquerda. Ficou mesmo novinho em folha!

 

 

2 Comentários

  1. Leandro Zen
    ·

    Já tinha ficado com vontade de comprar um iPod Mini ferrado para botar em prática aquele seu primeiro tutorial. Agora, com esse outro tutorial, fiquei com vontade de comprar um iPod Nano com defeito no display pra ver se consigo consertá-lo. (rs) *** É muito bom quando se consegue encontrar soluções práticas e econômicas para os problemas que aparecem no cotidiano. É uma espécie de reação contra o sistema “consumo-capitalista”, pois, por causa da obsolescência programada, uma simples substituição de um componente eletrônico torna-se uma árdua tarefa que só pode ser executada pelos experts da assistência técnica oficial e não pelo usuário comum. *** Parabéns pelo tutorial. Nota 10!

    Responder
    1. ZNP
      ·

      É isso aí, Leandro! Concordo 100%!

      E quem sabe não te dão um ipod parado, encostado, e você o reforma? ;P

      A sensação é essa aqui:

      Responder

Deixe sua opinião