Einstellung: O Problema da Experiência

Já passou pela experiência de estar com um problema e não conseguir ver a solução?

Ser um especialista pode evitar que você solucione um problema, já que você tende a vê-lo da mesma maneira, e com o mesmo conjunto de ferramentas. Isso acontece quando você estuda, estuda, estuda, mas não acha uma solução. É o chamado “efeito einstellung“.

Trabalhar com o mesmo conjunto de neurônios é uma das causas possíveis. Estudos com jogadores de xadrez, por exemplo, revelaram que, embora esquadrinhem o tabuleiro inteiro com os olhos, tendem a olhar mais pra uma mesma região. Ou seja, estão travados, repassando a mesma solução na cabeça.

Magnus Carlsen é um jogador de xadrez que hoje tem 24 anos. Mas quando tinha apenas 13, jogou contra Kasparov e fez o grande mestre suar!

Não bastasse o fato do moleque estar jogando contra uma lenda viva do xadrez, volta e meia ele se levantava e virava as costas pro Kasparov e pro tabuleiro, deixando o grande mestre perturbadíssimo!

Não era insolência. Carlsen joga desde os 4 anos de idade. Formou um formidável banco de dados com milhares de partidas. Afastar-se do jogo dava uma chance ao seu cérebro de sair do modo concentrado, quando o mesmo conjunto de neurônios trabalha na solução.

Magnus é um grande mestre desde os 13, e é hoje o 1º colocado no ranking mundial de xadrez, sendo bicampeão mundial.

Vamos ver em breve como ele se afastava da partida para achar a solução, que outras personalidades da História tinham esse hábito, e  como podemos fazer a mesma coisa para resolver nossos próprios problemas.

Enquanto isso, vejam ao impressionante vídeo com trechos da partida entre o menino Magnus e um perturbadíssimo Kasparov:

Deixe sua opinião