Empacotando Tentações

Katherine Milkman é uma jovem PhD em ciências da computação e negócios que tem estudado, através de economia comportamental, tópicos como tomada de decisão e força de vontade. E ela teve uma ideia maluca para um estudo.

Reuniu 200 pessoas que queriam se exercitar mais, e por 9 semanas deu a elas um ipod com um áudio livro viciante (metade dos participantes escolheu “Jogos Vorazes”) para um grupo que só podia ouvi-lo na academia.

A ideia era que só pudessem saber o que aconteceria na história ao frequentar a academia. Por isso, os ipod dados a esse primeiro grupo ficavam etiquetados e trancados num armário do vestiário!

Outro grupo podia ouvir o mesmo material em qualquer lugar (com seus ipods pessoais), mas era indicado que o fizesse na academia. O grupo de controle teve acesso a material semelhante, sem recomendações específicas do que fazer, além de ser encorajado a fazer mais exercícios.

Curiosamente, o segundo grupo estava indo bem, com resultados entre o primeiro grupo e o grupo de controle.

Até que veio o feriado de Ação de Graças no fim da sétima semana, e bagunçou os resultados de todo mundo, incluindo os do primeiro grupo.

É, o grupo que seguia sua própria força de vontade falhou. E o grupo que “empacotou sua tentação” também falhou!

Tudo bem, já sabemos como é difícil seguir nossas próprias regras. Já vimos antes outras pesquisas sobre mudar os hábitos. Condicionar um hábito a outro pode ser uma boa tática pra quem tem muita dificuldade em mudar totalmente um hábito.

O fato de terem falhado não é uma prova definitiva da nossa pouca força de vontade. Se fosse assim, seria impossível plantar tomates para produzir intensamente e evitar a procrastinação. Também seria impossível mudar de hábitos conscientemente.

Temos que nos acostumar a seguir nossas regras, ou perdemos qualquer esperança de terminar um trabalho, ter um corpo mais saudável ou poupar para a aposentadoria.

Os que reconheceram que não conseguem seguir suas próprias regras admitiram estar  dispostos a pagar por uma forma de limitar seu acesso a dispositivos pessoais! E daí, a professora Milkman sugere algumas iniciativas de serviços tão loucas que é bem capaz de dar certo! Não vou estragar a surpresa. Assistam ao vídeo:

Deixe sua opinião