Meditação e Cultura de Paz Parte 1

Rolou neste final de semana o 1º módulo do treinamento em Meditação e Cultura de Paz da Fundação Lama Gangchen para Cultura da Paz.

Foi no Centro de Dharma, onde também está rolando o Curso de Introdução ao Budismo Tibetano.

E aí, a 1ª surpresa: as técnicas de meditação ensinadas neste curso introdutório não são idênticas às do budismo tibetano. São exatamente as mesmas ensinadas aos veteranos de guerra dos EUA vítimas de estresse pós traumático. É a meditação Vipassana, dissociada do contexto budista.

Esse movimento não é novo. Vem de 79, quando Jon Kabat-Zinn, um médico PhD do MIT, fundou a Mindfulness-Based Stress Reduction (MBSR). Repare que a técnica não usa a palavra “meditação”. Provavelmente, na época essa palavra espantaria muita gente. Qual não foi minha surpresa ao saber que o mesmo acontece hoje em dia.

Essa 2ª surpresa foi ao conhecer as atividades da FLGCP. E esses caras são incríveis! Ensinam meditação em escolas públicas, postos de saúde, fizeram até sessões de meditação antes de simulados do vestibular! E não incluem a palavra “meditação” para que não seja associada com práticas religiosas, o que também poderia afastar pessoas cujos dogmas impeçam de praticar meditação (sabe-se lá por que razão). Chamam de “técnicas de respiração e concentração”. Tá ótimo!

Neste primeiro módulo, já citaram um médico brasileiro que pesquisa e pratica meditação, o Roberto Cardoso, autor do livro Medicina e Meditação.

Aguardo os dois próximos módulos, que também relatarei aqui. Enquanto isso, assistam à entrevista com o simpático Roberto Cardoso:

4 Comentários

  1. Erich94
    ·

    Favoritei o livro pra comprar assim que eu der conta dos que estão na cabeceira da cama kkk.

    Responder
    1. ZNP
      ·

      Opa Erich! Tamojunto! Terminei um esse final de semana, faltam só mais 30! hehe!

      Pelo menos esse é em português, e parece bem objetivo!

      Abração!

      Responder
  2. Gutex
    ·

    Eu já tive que usar outros termos, como: controle de respiração, respiração consciente e profunda, etc. Tudo isso pq alguns indivíduos associam a meditação como algo fora do padrão só pq seguem outra religião… triste!
    O bacana é que essas pessoas ficaram interessadas quando contei quais os benefícios que estava/estou conseguindo atingir com essa técnica.
    Tenho certeza que a curiosidade só não virou prática ainda, pois o conservadorismo fala mais alto! 😛

    Responder
    1. ZNP
      ·

      Parabéns, Gutex! Tá indo bem demais! Tenho acompanhado no fórum os benefícios que você está tendo! Já se vê que você pegou bem a prática e tem tudo pra ir longe!

      Abração!

      Responder

Deixe sua opinião