ZBrush para Iniciantes: Usando Referências

Já começamos com o essencial do ZBrush aqui. Tudo o que você precisa pra começar um modelo como o Imp.

Hoje vamos ver como usar imagens de referência no ZBrush. Não vou falar sobre as etapas de construção de um personagem 3d. Já fizemos isso passo a passo no Magnóleo.

Mas basta dizer que precisamos de um conceito bem definido, e depois, um character sheet – uma prancha de personagem – que normalmente tem a vista frontal e lateral na mesma pose.

Se o personagem que você está fazendo é uma pessoa real, vale a pena criar uma pasta com muitas referências, pra se familiarizar com suas expressões e volumes.

Pode começar usando um programa de edição de imagens e alinhando olhos, boca, queixo, tudo na mesma altura entre as duas fotos (frente e perfil):

Rolando Boldrin sheet

E tanto pode usar essa imagem como fundo no ZBrush como cropar as duas sem as linhas. Agora vamos ver as opções que temos para fazer isso.

1 – No menu DRAW, clicar em Floor. Isso vai habilitar as imagens de referência:

floor_01

Um plano verde vai aparecer sob o modelo. Agora é só escolher onde as imagens vão entrar. É tudo bem intuitivo daí pra frente. Front-Back pra importar a imagem frontal e Left-Right para carregar a de perfil.

O Fill Mode muda a opacidade das imagens. E para alinhar o modelo melhor, rotacioná-lo com SHIFT gira o modelo em 90 graus.

A opção é do freguês, entre carregar a prancha com as duas imagens ou cropar a de frente e a de lado.

2 – Outra opção é fazer uma prancha com várias imagens do seu personagem, e usar o See-through pra reduzir a opacidade de TODA a interface do programa. É um slider marotinho que fica em cima, à direita. Pra quem usa um monitor só, pode quebrar uns galhos. Basta deixar a imagem por baixo do programa e de vez em quando dar uma conferida.

3 – E ainda outra opção, que dá um bocado de liberdade a mais, é o PureRef, que é uma boa opção pra gerenciar pranchas e referências:

4 – A última opção é usar dois monitores. É, eu sei. Parece a opção da burguesia opressora e consumista, mas quem tem um notebook com uma placa de vídeo razoavelmente nova já tem essa opção.

Eu uso a tela do notebook para a referência (qualquer vídeo em fullHD no youtube), e o monitor para modelar. Junte isso a um headphone e outra aba do Chrome com o adblock bloqueando os comerciais do Youtube (playlists sem nenhuma interrupção), e aí está um belo ambiente de trabalho!

Pra quem quer ver como está ficando o modelo que comecei usando essa técnica, aí está. Ainda tem muito o que fazer, como modelar a pele, texturas e marcas de expressão. Quem sabe no próximo post?

Boldrin 3d WIP

Deixe sua opinião